17 de novembro de 2010

UMUNDUNU - MY FUNNY VALENTINE

Miles Davis, um copo de café e um cigarro do forte. Uma combinação sublime. O jazz me envolve do começo ao fim. O bom jazz me hipnotiza do começo ao fim. E Davis é o cerne do meu inconsciente musical.

Em My Funny Valentine, ele alimenta a fantasia dos mais lombrados com seus intermináveis solos de trompete que ecoam na mente potencializados pelos efeitos do THC. Cada nota fora do seu lugar. A dissonância da alma, do universo. Tentem, deixem-se envolver no clima anticlímax de Miles Davis e farão um tour pelo caos e pela beleza da verdadeira música.

Mas, acredito que está dica jazzcannabiense não caia nas graças do público da internet, pois, atualmente, o que faz sucesso mesmo é suco natural e Restart. What a hell!!

2 comentários:

  1. Mano, the Miles is five hundred miles ahead!! Simples, sublime e singular.

    ResponderExcluir
  2. I love this man, he´s the best forever!

    ResponderExcluir