12 de abril de 2010

REALPOLITIK - A FESTA DA DEMOCRACIA

Entrei no ônibus e logo vi o convite para a festa.
A Festa da Democracia.
Está aí um convite que gostaria de declinar.
Mas posso?
Não.
Não sou convidado para a festa, sou intimado a participar.
E o pior, tenho que levar o presente.
Meu voto.
Mas em quem votar?
Opções são muitas.
Mas que resultam sempre nas mesmas.
Tem aquele que promete mudar tudo e acaba deixando como está.
Tem o outro que quer deixar como está e muda tudo. Para pior, é claro.
E tem aquele ainda que só reclama, reclama. Nunca é eleito, mas também se for, não vai saber o que fazer.
Entre azuis e vermelhos poucos se salvam


Ah, mas tem os verdes. Verdes?
Já foram vermelhos ou azuis, mas agora não querem se misturar novamente e nem ficar de fora. Criam uma nova opção. Nova? Ou só mais uma para nos confundir.
Em meio a tantas cores, queria mesmo era ser daltônico.
Votar em branco? Nulo?
Ainda não sei. Me parece fugir da raia.
Não me venha com aquela história de jogar o voto fora, não é isso.
Mas não votar para depois dizer que não tem nada haver com aquilo e poder criticar qualquer lado, ou cor, não me parece a melhor solução.
Não me parece, não quer dizer que não seja.
Tenho a minha, você também deve ter a sua opinião.
Já começaram os preparativos para a festa.
O Nardoni já foi preso.
O BBB já acabou.
A Copa ainda não começou.
Mas a corrida já. E não é a Formula 1.
É a disputa por um lugar ao sol.
Aquele que era inimigo, agora anda a seu lado.
Quem te chutou hoje te faz carícias.
O seu passado te condena, mas quem se lembra disso?
Você prometeu fazer aquilo. Mas não fez?
Culpado? A administração passada deixou tudo bagunçado. Quer o segundo mandato para não fazer aquilo novamente. Afinal, depois você vai embora e ninguém te cobra mesmo. Azar do próximo.
A festa vai começar. Não esqueça seu convite.
Nem ligue muito para seu par.
Você só dança depois. Mas não dança sozinho.
Vote consciente.
Consciente de que não vai mudar nada.
No Regime Democrático só tem gordinho faminto.
E a porta da dispensa está sempre aberta...

Renato Souza

0 comentários:

Postar um comentário