17 de março de 2010

UMUNDUNU - A PAUTA

7 da manhã e o telefone me desperta.
É mais um dia.
Levanto, tomo um banho, escovo os dentes. Café da manhã.
Acho que sobrou um pão de ontem, o suco eu já nem sei o gosto que tem.
A vida não está fácil. Tenho que matar um leão por dia.

Preciso de uma pauta. A Pauta.
Se chegar ao trabalho sem novas ideias o editor me manda embora, e o pior, com toda a razão.
Estou improdutivo, se fosse terra o MST já teria me invadido.
Caralho, eu não sei o que fazer. Já são 9:30 e eu ainda estou aqui, olhando os azulejos.
Será que a pauta é sobre cerâmica? Arquitetura ou Decoração?
Não.
Sustentabilidade?
Toda hora vejo isso na TV. Que merda!

Um jornalista sem pauta é um médico sem paciente, não trabalha.
Contas chegando. Não sei como ainda não cortaram a luz.


Já sei, vou para a rua.
Poderia falar de trânsito, superlotação, transporte, buracos, sei lá.
Tem coisa demais na rua, não consigo focar.
Eu só preciso de uma. A pauta. A pauta perfeita.
Hospital sempre tem alguma coisa.
Eu estou parecendo o Datena, procurando sensacionalismo.
Que isso cara, você não estudou para isso.
Mas é isso que o povo quer ver. Desgraça, morte, miséria.
É o Pão e Circo.
Não posso mudar o sistema, aqui 1 + 1 é 3, ponto.
Eita mundo bom de acabar.
Isso, o fim do mundo.
Quero que se dane o mundo, essa porra tem mais é que acabar mesmo.

Eu preciso de uma pauta.
Quem é o novo Big Brother?
Não, não dá. Não vou descer tanto.
Seu João já abriu o bar, tiozinho já viveu pra caramba, quem sabe ele me dá uma ideia.
Álcool, vícios, drogas, prostituição... Deixa isso para o Caco.
Eu preciso de uma pauta, a pauta perfeita.
Vou vender meu carro, a cidade está um caos, está violenta.
A gasolina está cara pra caralho, nem parece que brota petróleo do chão dessa terra. Quanto mais plantam cana, mais sobe o preço do Etanol. Nem garapa eu estou tomando que é para não gastar a cana-de-açúcar à toa.

6 da tarde e nenhuma ideia. Meu chefe já ligou, estou na rua.
Disse que colocou um estagiário no meu lugar, o moleque ganha menos e trabalha muito mais.
O que está acontecendo comigo?
Escolhi a profissão errada?
Eu sempre amei o Jornalismo. Mas e minha pauta perfeita?
Já está acabando o dia e hoje eu não matei o leão.

Renato Souza

3 comentários:

  1. "Porra vagabundo, ó, vou te falar. Eu tÔ chapando! Êta mundo bom de acabar!"

    ResponderExcluir
  2. É difícil achar A pauta, mas pelo menos uma coisa "alivia". Em qualquer profissão, vão colocar um estagiário no teu lugar se o moleque topar até lavar o chão por menos de 100 reais.

    ResponderExcluir
  3. Bem escrito.

    Estou com o mesmo problema e desci o nível, dá uma olhada lá depois se tiver tempo.

    Vlw

    ResponderExcluir