11 de janeiro de 2010

REFLEXPRESS - SURPRESA ESPANHOLA - SINAIS DE CONTÁGIO

Surpresa espanhola – Sinais de contágio

Há muito, eu sequer percebia os carteiros. Se tivesse refletido, antes de ontem, sobre esta profissão, concluiria que ela estava extinta. Entretanto, ao atender ao toque insistente da campainha e me deparar com aquela figura silenciosa e solenemente uniformizada que, com uma caneta na mão, indicava o local onde eu devia assinar, deixando assim impressa a confirmação de recebimento, pasmei. No verso do envelope o remetente inscrito era Pedro Guítar Peralta, falecido neto do falecido El Canário de Madri, pai do também falecido Juan Melchior que, em fuga da guerra civil espanhola, atracara em Santos.

Sem muita conversa, assinei, agradeci e me tranquei curioso e perplexo.

Na noite anterior àquela tarde, sonhei que estava observando a mim mesmo enquanto dormia e, me vendo a sonhar chegava a conclusão que eu era, naquele momento, três pessoas. Um que dormia a sonhar por algumas horas, outro que desperto sonhava o tempo todo, e o terceiro que refletia sobre os dois.

Não devo neste momento concluir que possa haver alguma ligação entre esses dois fatos, seria pura especulação, o que diriam meus amigos e colaboradores em projetos científicos de curto alcance. Isso não é conhecimento, não é informação. Que utilidade prática teria tal elucubração! Esbravejariam com exaltadas jugulares.
Apressei-me então, em abrir a correspondência que dizia assim:

“Trebisonda, 28 quase 29 de fevereiro de ano incerto

Caro pupilo.

Os Mitos e as Ideologias povoam o universo cultural. A questão do processo evolutivo é complexa. Retroceder e progredir podem estar presentes em uma única e mesma atitude. O inconsciente é universal. A consciência quando anuncia, revela a multiplicidade de enunciados.

Quanto mais impresso, mais literal, menos real. As subjetividades dialogam. O outro traz, em seu íntimo, chaves para o exame do eu. Essa relação intersubjetiva objetiva-se. Os conteúdos dessa linguagem são diversos, porém há, como que um campo limitado, em que se combinam infinitas formas. As sete notas musicais e as possibilidades melódicas e harmônicas pactuam uma relação análoga.


Besos mi querido.”


Claudio Zumckeller

0 comentários:

Postar um comentário