22 de dezembro de 2009

UMUNDUNU - UMA ODE AO MAU HUMOR


Bom dia! E eu nada respondo.
O que houve, está de mau humor? E eu sigo calado.
Que foi a patroa dormiu de calça jeans? E eu sigo ignorando e ganhando fama de turrão, chato, antipático e mal-humorado.
Qual o problema nisso tudo? Por que raios e tenho que acordar contente todos os dias de minha vida? Aliás, acordar alegre nem é o mais complicado, o difícil mesmo é ter que demonstrar isso para os outros.

Quer coisa mais irritante que aquele ser que chega todo dia no escritório, com sua garrafinha de água mineral em baixo do braço, cumprimentando todo mundo com um sorriso de fazer inveja a qualquer comercial de creme dental. O dia dele está sempre bom, não tem problemas para resolver, não sofre, não tem angústias, não briga com a família, o time dele nunca perde e o ônibus nunca atrasa. É capaz até de dar uma topada na calçada, olhar para ela, calmo e sereno e dizer “sua marota”. Ah, tenha dó. Isso não existe. Isso não é humano. É falso, é mentiroso. Ninguém é assim, ninguém.
O mau humor está dentro de cada um de nós, em alguns isso é mais evidente, é claro. Enquanto alguns disfarçam outros externam sua indignação com mais facilidade.

É inerente à pessoa.

No estereótipo do bom moço, o tal que toda mãe sonha para sua filha e toda filha sonha para se casar não está na lista de qualidades ou defeitos o mau humor. Tenho certeza.

Como se isso fosse doença. Não é. É estado de espírito? Talvez para alguns. Pode ser ou apenas estar mal-humorado.

Nunca perdi muita coisa por ser assim desse jeito, talvez uns quatro empregos e umas 257 amizades, que hoje não me fazem falta alguma. Garanto que os poucos amigos que tenho, poucos mesmo, suprem qualquer necessidade que eu já tinha passado.

Acordo ranzinza todos os dias, qualquer palavra dita há mim minutos após esse momento serão ignoradas, para o bem da amizade.
Não tolera pessoas assim? Faça o seguinte, as ignore. Eu faço isso com muitos de vocês e sequer percebem.

Querem que eu mude. Eu estou mudado. A cada dia estou pior e a tendência não é nada animadora, não para quem convive comigo.
A todos um bom dia, uma boa tarde, uma boa noite e boa sorte. E se espirar. Saúde!

Renato Souza

Um comentário: