14 de dezembro de 2009

REALPOLITIK - WHAT A HELL???


Hillary Clinton, secretária de Estado norte-americana, recomendou a América Latina que mantenha-se no caminho da democracia. Mas, espera aí, os EUA matam milhares de inocentes, roubam as riquezas naturais de países paupérrimos e ainda querem ser exemplo de democracia?

Os nossos valores devem estar invertidos. Se alguém no oriente médio fala de “guerra santa”, logo é chamado de radical, terrorista ou as duas coisas. Entretanto, quando Mister Obama, grande vencedor do prêmio Nobel da Paz – que já vale o mesmo que o Grammy, ou seja, nada -, defende a “guerra justa”, é aplaudido de pé.

"Espero que os países latino-americanos reconheçam que o Irã é um dos maiores promotores e exportadores do terrorismo nos dias atuais", aconselha a secretária de Estado do país que mais derrama sangue no globo terrestre.

Mas analisemos os fatos, ser vizinho de um país que tem, aproximadamente, duzentas ogivas nucleares, conta com o apoio dos EUA, investe maciçamente em tecnologia bélica e ainda por cima te odeia, não é das tarefas mais fáceis. Israel não quer que o Irã tenha tecnologia nuclear, mas tem armas nucleares para destruir o país algumas vezes.

Estadunidenses e israelenses afirmam que o programa nuclear do presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad, na verdade tem como objetivo desenvolver armas atômicas.

Bom, para quem tem boa memória, recentemente eles afirmaram que o Iraque tinha não só uma, mas sim um arsenal de armas químicas. Depois constatamos o que era evidente, o verdadeiro motivo da invasão norte-americana ao Iraque era o petróleo, que diga-se de passagem é explorado até hoje pelos yankees.

Se Ahmadinejad pensa ou não em construir uma bomba nuclear não sabemos, mas o que você faria no lugar dele?

Thiago Menezes

2 comentários:

  1. Vou parafrasear Nelson Rodrigues: "Toda dicotomia é burra". Não há bem ou mal, não há 8 ou 80; há muitos tons de cinza entre Obama e Ahmadinejad. E nosso pequeno reino perdido abaixo do Equador não deve se "colocar" ao lado de nenhum deles. O melhor a fazer é não julgar pelas aparências - o olhar não observará o fétido cheiro das intenções do "bem" e do "mal", sejam eles de qual lado.
    Rodrigo De Giuli
    www.7cismo.com

    ResponderExcluir
  2. Explodiria logo tudo, pra acabar de vez com isso...

    ResponderExcluir