14 de outubro de 2009

UMUNDUNU - AMOR ESTRANHO AMOR

Quando te vi foi amor à primeira vista. Não acreditava que isso um dia fosse acontecer comigo, mas quando eu menos esperava você cruzou o meu caminho, ou eu o seu, nem sei, não lembro e também não importa.

Te apresentei para meu pai, no começo ele não gostou, mas em minutos viu que era aquilo que eu queria para mim e logo aceitou. Minha mãe te adorou. Coisa rara. Tenho que confessar que não pensei que seria tão fácil convencê-la. Mas ela não impôs barreiras, o nosso caminho estava livre.


Crédito: kstan88.wordpress

Depois de alguns meses de namoro era inevitável não te trazer para casa. Minha vontade era tamanha que eu mesmo fui de carro te buscar. Passamos dias maravilhosos juntos. Confesso que no inicio foi difícil te entender, fiquei por muitas vezes nervoso com você, mas quem não comete falhas? Desculpe-me, sei que errei, mas você também errou algumas vezes. É verdade também que nunca me deixou na mão, sempre esteve ao meu lado, a qualquer hora que eu precisasse.
Compartilhei meus segredos com você, meus textos, meus trabalhos, tudo enfim. Você sabia tudo sobre mim, mesmo eu não te conhecendo tão bem. Meus amigos te adoravam, alguns vinham em casa só para te ver, outros até se espantavam quando te viam em meu quarto. Mas enfim, hoje olho para o lado e você não está ali.

Nunca imaginei que fosse tão difícil ficar longe de você, mesmo que por um curto espaço de tempo. Reconheço que não sei mais viver sem você, sou um dependente. Por que você foi me deixar? Você não me ensinou a ficar longe de ti. De todas as loucuras que fiz na minha vida, a maior foi te perder.

Hoje liguei na assistência técnica, meu computador só fica pronto em dois dias, e o pior aconteceu: meu disco rígido foi totalmente corrompido, perdi tudo. Mas os momentos bons da vida não são guardados apenas na memória de um HD.
O mundo do lado de fora da janela do teu quarto é muito mais belo que o da tela do seu PC.

Renato Souza

0 comentários:

Postar um comentário