29 de outubro de 2009

EDITORIAL 7CO


A barbárie está solta! Visigodos vestidos de universitários não podem ver uma moça vestida com uma sensual minissaia. A turba enfurecida grita contra a aluna, chamando-a de puta. Ela que precisou chamar a polícia para não ser atacada e estuprada. Escoltada por policiais militares, a moça, assustada, veste o avental para “cobrir-lhe as vergonhas”.

Isso ocorreu numa universidade. Numa universidade! Numa universidade da maior cidade do país. Numa universidade da maior cidade de um país democrático e, aparentemente, civilizado, em que a criatividade e "malemolência" - também chamada de jeitinho - sempre atribuída ao povo brasileiro nos “enchem de orgulho". O nome da instituição: Universidade Bandeirante de São Paulo (Uniban), campus de São Bernardo do Campo.

Tenho medo destas turbas. Incendeiam vilas, destroem casas, estupram mulheres, matam professores e serão nosso "futuro". Que futuro pode ter uma nação em que alunos de uma universidade ameaçam uma aluna de estupro por causa da forma como ela está vestida?



Sinto-me envergonhado de fazer parte deste universo, ser "colega" de instituição destes animais irracionais, guiados por instintos assassinos de visigodos invadindo Roma!

Link da cena aterrorizante no You Tube: http://bit.ly/3gTG6g

7cismo

5 comentários:

  1. Por isso aí que eu tenho medo de povo.
    Ninguém faz a "diferença" sozinho.
    Mesmo o preconceito, solitário, faz menos eco do que faria se estivesse repleto de mais vozes.
    "Errar é humano", tanto quanto também é humano julgar em voz alta quando se está em grupo, algo que geralmente seria contido em um pensamento, talvez, malcriado.
    Pior, como foi dito aí, é ser colega de instituição e correr o risco de ser julgado (talvez em silêncio, talvez em vozes altas) por algo que |eles| fizeram de errado.
    Não tenho coragem de comentar os argumentos da coordenação de lá.
    Aiai... Onde ficamos mesmo naquela discussão sobre respeito?

    ResponderExcluir
  2. Pra falar o português claro: é um puta falso moralismo. Será que se as irmãs deles aparecessem de minissaia, os fulanos iam querer estuprar?
    Nem um bando de pirralho virgem de 15 anos faz isso, pelo menos não fazia há uns tempos...
    Anyway, a situação é ridícula.
    Logo as mulheres no Brasil vão usar burca, não é lindo!
    Beijos pra vcs, só pq sei que não iam ameaçar uma mulher de estupro e chamá-la de puta por estar de mini ;p

    ResponderExcluir
  3. Não me espanta esse tipo de comportamento vindo de estudantes universitários. Enfrentamos - nós mulheres - tantas outras selvagerias diariamente que perdi a sensibilidade feminina frente ao episódio. Não concordo com a roupa mas me oponho a qualquer manifestação de intolerância.

    ResponderExcluir
  4. Considero corajosa a posição de vocês no caso. Como alunos da UNIBAN vocês poderiam ficar quietos, mas ao contrário, tomaram uma posição e defenderam-na.
    Meus parabéns! Virei fã do 7cismo!
    Sucesso garotos!!!

    ResponderExcluir
  5. Carlos Roberto, 62 anos, BH/MG4 de novembro de 2009 15:39

    eu vi a notícia na tv e fiquei extarrecido! como podem alunos de univercidade serem táo selvagens assim? me preocupo com meu netinho que logo vai pra faculdade. estes animais precisam ser detidos. durante o regime militar isso náoocorria. foi corajoza a atitude de vcs em denunciar a univercidade que vcs estudam. parabens!

    ResponderExcluir