11 de setembro de 2009

REALPOLITIK - O PRÉ-SAL É NOSSO (?)



Ao longo de 800 quilômetros, entre os estados do Espírito Santo e Santa Catarina, estende-se uma camada denominada pré-sal. São várias reservas petrolíferas e de gás encontradas no subsolo marítimo, abaixo da camada de sal, e que possui uma qualidade superior em relação aos extraídos de camadas menos profundas - as do pré-sal poderiam chegar a 7 mil metros de profundidade.


Tais reservas só devem ser comercializadas, segundo fonte ligada à Petrobras ouvida pelo blog, a partir de 2021. Contudo, apenas o anúncio da descoberta já descortina um cenário (viu, Sasha, cenário, cuja raiz é cena, se escreve com "C") altamente favorável ao país.


A produção poderia dobrar: dos 14 bilhões de barris para até 30 bi, de acordo com números da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Nas estimativas mais positivas, todas as áreas de extração alcançariam até 100 bi - ou seja, transformariam o Brasil na quinta maior reserva do mundo, atrás apenas de Arábia Saudita, Irã, Iraque e Kuwait, e à frente dos Emirados Árabes Unidos e Venezuela.
(Fonte: Folha Online - http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u391929.shtml).

O governo federal fez o anúncio das novas regras de extração e comercialização do produto derivado do pré-sal. O presidente Lula espera capitalizar votos para sua candidata preferida, Dilma Rousseff, atualmente ministra da Casa Civil, que declarou que o país passará a exportar óleo e gás.

Nos discursos, o ufanismo esteve presente. Lula tem dito que novos tempos virão, que agora o povão vai ter emprego, hospitais, escolas, carro, casa, comida e roupa lavada. Os 7cos, no entanto, questionam: todos os brasileiros ganharão royalties para usufruir dos ganhos do petróleo ou apenas os acionistas da Petrobras - aqui incluem-se os parceiros estrangeiros, como portugueses, ingleses e norte-americanos?

Perguntar ofende? Queremos nosso quinhão!

Rodrigo De Giuli

Um comentário:

  1. Sim,o brasileiro será beneficiado,teremos escolas, hospitais, carro zero, casa própria, dinheiro no bolso, prudência e bom -senso. Pedirei ao nosso caro presidente um favor, que mande junto à meu "cheque-quinhão" alguns centavos a mais, não precisa de muito, trata-se apenas da nossa honra e decência, se o cheque for nominal, que seja preenchido da seguinte forma: Aos que padecem com paciência, carregam na lomba o desrespeito e vergonha de nossa pátria querida, aos que toleram as férias do meu pudor e o escracho da miseria.
    Espero que não seja pé-datado,senão...aaah, só após as eleições de 2010.

    Se puder trocar o prêmio, peço por favor um litro de pinga apenas...e se não for pedir muito, meu nariz vermelho é no tamanho M.

    Thâmara!

    ResponderExcluir